DRY SENSOR

A promoção da sustentabilidade ambiental, aliado à necessidade produtiva da agricultura, tem-se mostrado desde sempre um desafio.

É do conhecimento geral que numa propriedade existem diferentes tipos de solo, o que se traduz em diferenças na produção e, consequentemente, de rendimento e de intervenção agronómica ou, pelo menos, assim é esperado. No entanto, recorrendo-se aos conhecimentos da AP é possível identificar cada parte da propriedade agrícola, em função das diferentes variações. Desta forma, considerando todos os aspetos do processo de tomada de decisão, é possível adaptar as práticas culturais e os tratamentos a cada parte da propriedade, promovendo assim a eficácia e a eficiência da produção da cultura.

A possibilidade de se desenvolver um mapeamento do índice vegetativo/biomassa, permitirá desenvolver uma produção mais sustentável ambiental e economicamente, através de uma gestão eficaz dos recursos naturais disponíveis na exploração agrícola e do estabelecimento de relações com as técnicas tradicionais para o apoio à decisão.

Por meio das imagens de satélite é possível identificar o índice de biomassa (culturas), diferenciando as zonas de maior ou menor vigor. Juntamente com a implementação e utilização do sistema FMIS (Farm Management Information System) adaptado à cultura com parâmetros previamente definidos e contendo todos os dados recolhidos na propriedade pelos vários sensores, a decisão agronómica terá um apoio relevante e poderá ser tomada de forma mais segura.

A aplicação das tecnologias digitais ajustadas ao modo como os agricultores gerem as suas culturas e os recursos naturais e/ou económicos, permite tornar as explorações agrícolas, mais rentáveis, eficientes, seguras e fáceis de gerir. As explorações agrícolas modernas obtêm benefícios significativos com o crescimento da tecnologia na agricultura, desenvolvendo a possibilidade de registo, tratamento e gestão de dados capazes de caracterizar a cultura. Ao longo do tempo, irá permitir reduzir o consumo de água, nutrientes e fertilizantes; reduzir a contaminação das águas subterrâneas e superficiais, e por conseguinte o impacto no ambiente; melhorar a eficiência com menores custos de produção e preços mais reduzidos para os consumidores. A agricultura torna-se, deste modo, mais rentável, inteligente e sustentável.

O projeto DRY SENSOR prevê os seguintes resultados:

1. Utilização de imagens por satélite para avaliação da biomassa da cultura ao longo do tempo

2. Recolha de amostras de solo georreferenciadas (SIG)

3. Levantamento da compactação do solo por meio de sensores que determinem a condutividade elétrica do solo

4. Produção de mapas com caracterização físico-química do solo

5. Determinação da variabilidade de informação da cultura

6. Apoio ao desenvolvimento e à tomada de decisão

Outros Projetos

Epi sensing

Agrocode

Projetos NIBAP

Veja no que se traduz o trabalho conjunto de toda a equipa do NIBAP. Fique a conhecer mais sobre os nossos projetos!

Conheça os nossos Projetos

Temos soluções para o setor agrícola

Ajudamos as empresas da área agrícola a aumentar a produtividade e a sustentabilidade dos recursos utilizados.

Contacte-nos
contacte-nos